Início Carreira docente (ECD) Geringonça sonsa – Poema visual Semregras num tempo surrealista

Geringonça sonsa – Poema visual Semregras num tempo surrealista

444
7
COMPARTILHE

O comunicado do Ministério da Educação sobre as negociações com os sindicatos de professores (de autor anónimo) é uma peça literária com ambições surrealistas, digna dos conceituados Ministros da Propaganda de muitos estados extintos ou de qualquer serviço de verdade alternativa (com “collusion” ou sem ela).

Tem de ser fruído, sem comentar, como devem ser todos os textos emanados de imaginações delirantes ou do realismo fantástico, mesmo se mal intencionado.

Motivou-me para fazer um singelo poema de pendor neo-realista (expressando a fragilidade dos meus rendimentos do trabalho) ou interpretável na linha da velha escola dos poemas visuais. Tem de ser visto em conjunto com a centenária imagem do património nacional afixada linhas abaixo.

O meu exercício lírico era para ter 3409 linhas, tantas quantas os dias do roubo legal aos professores, mas crashava o blogue….

Ficaram só cem.

E o tempo não está para epopeias de 9 anos (ou, segundo outros autores, de uns 20). E escrevo 100 linhas para 100 dias e vocês imaginam facilmente o resto….

O passo seguinte é fazer autocolantes para os carros e uma faixa para pendurar no viaduto da Infante Santo. Ou então a pendurar no carapuço da estátua do Albuquerque frente a Belém, para ver se, quem lá tem responsabilidades políticas, acorda para as vilanias que andam a fazer aos seus “colegas”. (aqueles que tratam dos alunos todos os dias e não só em dias de festa, quando ao chefe deste Estado devedor apetece dar uma de “prof de alunos de liceu”).

Visto noutro ângulo, 100 dias é o que me falta para chegar ao 3º escalão de carreira (após 22 anos de trabalho e muito estudo, 12 anos depois do que previa, quando me alistei na batalha contra a ignorância).

A imagem é ilustrativa e, para dar ares de instalação, junto o link para a página em que se publicam nomes e currículos dos tipos/as que nos andam a lixar ….(a malta dos gabinetes do Ministério da Educação).

A transparência também é um processo literário e lírico, mas, neste caso, é bastante escatológica.

Um/uma (s) qualquer destes/as senhores/as escreveu os textos e  fez as contas com que nos andam a roubar (e gozar….).

Na página não fiquem pelos salários e vejam os currículos (nos pdf) porque não podem ficar com o olhar limitado ao medir o grau de “instalação”….Se não apreciarem esses relatos de vida, muitos, tão cheios de frequências universitárias, cursos incompletos, buracos cronológicos, consultorias, estágios ou cargos de adjunto no tempo da outra Senhora e daquele “cujo nome não pode ser pronunciado” (mas começa por S), perdem o sentido de harmonia entre algumas curtas vidas e carreiras e os salários que olham os nossos de cima.O poema, escrito pelo meu heterónimo acima, num momento de lirismo enlevado, chama-se….

A geringonça sonsa

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

O Ministério da Educação de Portugal está a dever-me parte do salário de 9 anos, 4 meses e 2 dias de trabalho e não quer pagar.

COMPARTILHE

7 COMENTÁRIOS

  1. Pergunto e espero resposta cabal, verdadeira, sincera. Existe algum tribunal em qualquer instância que nos possa valer? Cumprimentos a todos(as).

  2. TODOS juntos é que era. Alguém me sabe responder como é que a região autónoma da Madeira vai compensar os professores pelos 9 anos de congelamento e não progressão na carreira? Sou chato? Sou…mas preciso de respostas. E quem não?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here