Início Rubricas O dever de fumador VS o direito do não fumador! Normas gerais...

O dever de fumador VS o direito do não fumador! Normas gerais não respeitadas!

307
4

fumador passivoVacilamos todos, hoje, entre o desrespeito pelas regras/normas existentes e o medo de cair numa total desordem. Movimentos como os “indignados”, não tiveram futuro, por ao tentarem destruir as normas e não só, existentes, não terem sabido propor o que viria a seguir. Zero!

E, andamos todos demasiado desorientados, e como tal incitamo-nos a “desrespeitar” tudo o que esteja estabelecido, sem nada propor, para o substituir, e unicamente fazendo o que no momento convém mais ao “eu”. Ponto!

Quem “isto” escreve já fumou durante bastantes anos e demasiado a cada dia, pelo que não pode nem deve criticar quem hoje o faz.

Porém, hoje, a medicina tem-nos avisado muito mais do que antes, dos malefícios genéricos do uso do tabaco, o que consequentemente implicou a “proibição” – palavra horrenda – de fumar em certos locais, para não criar fumadores passivos. Assim, quem fuma pode e claro deve fazê-lo, mas, onde para tal é permitido, palavra mais abrangente.

E assim, quem não fuma não tem que ir/estar no espaço “limitado” a fumadores, mas não pode – não deveria –  “levar com fumo de tabaco”, onde não se pode fumar.

Contudo, tal, passou a acontecer, como em tudo o “eu” sobrepõe-se às regras/normas que ninguém sabe ou quer fazer respeitar, e todos fazem o que bem lhes mais agrada, ao “eu”.

E, em alguns lugares fechados interditos a fumadores já se vai fumando, até para não perder um bom cliente, que fuma!

E à entrada de locais públicos e privados continuamos a encontrar fumadores e bem, mas por desleixo ou distracção ou com os ”eu” muito à tona, estão a fumar de tal forma, mesmo em cima das portas que implica o fumo passar para o interior. E se for tempo frio ou chuvoso, vai-se claramente fumando no “interior”!

E que aí tem que ir ou estar, é obrigado a inalar fumo, e convirá não refilar, para no mínimo não ser insultado e no máximo não levar uma tareia. E constara-se também aqui e não só aqui, que ninguém, hoje, sabe “mandar”, logo, vale tudo.

Vemos “isto” na condução automóvel em que os e as condutores/as – para não haver sexismos – desde que agarrados ao volante, fazem todo o tipo de barbaridades, “numa boa”!

Não podemos viver sem “regras/normas”, e até a esquerda/esquerda já está a isso entender, e a direita/direita a sempre querer exagerar, se não cada um tem sua- regra/norma – e serão só cá, 10 milhões de direitos. E se as existentes não servem, terão que ser substituídas por outras, supostamente melhores ou mais adequados aos tempos de hoje. Sempre foi assim ao longo dos tempos.

Mas não nos instalemos em “vazios de tudo”, que nos são impossíveis, se quisermos continuar a ter todas as nossas liberdades possíveis sem interferir com as liberdades dos outros. O caso dos fumadores é um exemplo, negativo, entre muitos, demasiados!

Augusto Küttner de Magalhães

Imagem
COMPARTILHE

4 COMENTÁRIOS

  1. Devia de haver rigor no cumprimento da lei. No meu prédio , apesar de todos os condóminos saberem que não é permitido fumar nos elevadores continuam a fumar prejudicando a saúde dos restantes condóminos.

  2. Lembra-me das lutas que existiram nas escolas quando era permitido fumar dentro das respetivas. Lembro-me de salas de professores que mais pareciam salas de nevoeiro de mau cheiro. Lembro-me de chegar a casa com a roupa a tresandar. Mas é verdade que continuam a existir abusos provavelmente de quem sempre abusou…

  3. Fumei muito durante uns bons anos, e num dos locais de trabalho no gabinete era tanta fumarada, que o Gerente quando lá ia falar comigo se o assunto não fosse sigiloso abria a porta para o corredor e o fumo saía.

    Se fosse um tema sigiloso era tratado no gabinete da gerencia.

    Mas hoje, não se pode fumar em determinados locais. E não se deve.

    Aqui, hoje está-se a transgedir…..alegremente….

    E antes como se fumava em todo o lado……nem se sentia……hoje incomoda….e há direitos, mas deveres

  4. Nos prédios ninguem respeita nada. Seja os portoes das garagens comuns onde se deve aguardar até fechar…..portas abertas por todo o lado = Normal…..

    E nao é infingir uma regra de vez em quando que até dá gozo, é pura e simplesmente nada cumprir, por egoismo…….

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here