Início Notícias Existem 1757 Professores Com Menos De 30 Anos. Há 19 Anos Eram...

Existem 1757 Professores Com Menos De 30 Anos. Há 19 Anos Eram 30 Mil…

606
0

Os números são factuais e provam a sangria que a escola tem sofrido ao longo de uma década. As escolas perderam 427.000 alunos e 30.000 professores em 10 anos.

A taxa de natalidade diminuiu significativamente, mas como já referi por diversas vezes, esta estabilizou nos últimos anos, estando mesmo a apresentar os primeiros sinais de recuperação.

Sobre os professores, é chocante saber-se que nem 2000 existem com menos de 30 anos, e acima dos 60, nos últimos 19 anos, passaram de 3800 para 14000. Isto são factos, não é nenhuma teoria da conspiração com motivações políticas como alguns teimam em dizer… Há quem ande iludido que a falta de professores a prazo pode ser resolvida com uma melhor distribuição docente, o que até pode resolver no imediato uma ou outra falha, mas a médio, longo prazo, a realidade nua e crua será óbvia para todo o país – Portugal não tem professores que chegue para as futuras gerações.

Numa altura em que os programas eleitorais estão a ser conhecidos, as propostas apresentadas não vão ao fundo da questão, onde a valorização da carreira, a diminuição da carga laboral e a imagem dos professores precisam de um upgrade significativo.

 

O relatório “Educação em Números – Portugal 2019”, da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC), mostra que entre os anos letivos 2008/09 e 2017/18 as escolas perderam 427.163 alunos, passando de 2.056.148 para 1.628.985 estudantes.

A quebra de educadores de infância e professores dos 1.º, 2.º, 3.º ciclos e do ensino secundário foi de 31.147, com o valor mais exuberante a registar-se nos professores do 3.ºciclo e ensino secundário, que no ano letivo 2008/09 eram 91.325 e em 2017/18 se fixavam em 76.722.

Nos restantes níveis de ensino, os dados do relatório indicam que em 2008/09 havia 18.242 docentes no pré-escolar, 34.361 no 1.ºciclo de ensino (do 1.º ao 4.º ano), 34.069 no 2.ºciclo (5.º e 6.º ano) e 91.325 no 3.ºciclo (7.º, 8.º e 9.º ano) e ensino secundário (10.º, 11.º e 12.º).

Quanto aos estabelecimentos de ensino, o documento mostra que em 2017/18 havia menos 3.878 escolas públicas e privadas em Portugal do que em 2007/08 (eram 12.347), porque o número de escolas públicas caiu de 9.764 para 5.836, enquanto as privadas aumentaram de 2.583 para 2.633.

Fonte: RTP

 

 

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here