Início Pessoal Erros que não deve cometer ao carregar o telemóvel

Erros que não deve cometer ao carregar o telemóvel

587
0
COMPARTILHE

É domingo, por isso fujo um pouco ao tema da Educação.

Ficam algumas dicas que são seguramente do interesse de todos 😉

Erros que não deve cometer ao carregar o telemóvel

1 – NÃO CARREGAR DE UMA SÓ VEZ

Pode ser mais prático ligar o telemóvel à corrente durante algumas horas, ao chegar a casa, depois de um dia de trabalho. Mas não é o mais indicado para preservar a eficiência da bateria. É preferível optar por vários carregamentos, mais curtos, ao longo do dia.

2 – TODA A NOITE LIGADO À TOMADA? NEM PENSAR

Pior do que fazer um único carregamento até a bateria ficar a 100% é deixá-la a carregar durante toda a noite. A partir do momento em que atinge o valor máximo – o ideal é não chegar sequer a esse ponto -, toda a carga elétrica que continua a receber é prejudicial. Se dormir oito horas, por exemplo, e a bateria ficar completa ao fim de duas, as restantes seis estão apenas a danificá-la.

3 – NUNCA DEIXAR ACABAR A BATERIA

Sempre que o telemóvel se desliga por falta de bateria é mais um golpe no seu ciclo de vida. É aconselhável desligá-lo antes que isso aconteça.

4 – DESLIGAR UMA VEZ POR DIA

Não se deve manter o telemóvel ligado 24 sobre 24 horas. As recomendações indicam que se deve desligar o aparelho uma vez por dia. Nem que seja por uns minutos.

5 – GERIR FUNÇÕES

Se a sua bateria não tem sequer um dia de autonomia, experimente desativar algumas funções que consomem bastante energia, como os serviços de localização, as animações, a vibração do teclado ou a atualização automática de aplicações. Pode também ativar o modo poupança de energia, que no fundo bloqueia algumas destas funções.

6 – JOGAR ENQUANTO CARREGA

A utilização do smartphone durante o carregamento também não é proibida, mas não é aconselhável. Durante o carregamento, se for levada a cabo uma tarefa que exija muito processamento, como jogar ou ver um vídeo, há uma tendência para que haja um sobreaquecimento do equipamento, que se torna ainda maior se este estiver a carregar. Além do mais, se lhe estiver a mexer enquanto carrega, o carregamento torna-se mais lento.

7 – UTILIZAR CARREGADORES COM CORRENTE MÁXIMA INFERIOR AO QUE É ACONSELHADO PELO FABRICANTE

Muitas vezes o conselho que se dá é que se utilize sempre o carregador fornecido com o smartphone, mas existem marcas que não vendem os smartphones com carregadores ou até se dá o caso deles se perderem. Nesses casos, a opção não precisa de passar por adquirir um novo carregador da mesma marca, já que em casa poderá ter outros que se adeqúem desde que o valor da corrente máxima seja igual ou superior ao recomendado pela marca do seu smartphone.

Fontes: Visão e pplware

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here