Início Editorial Desabafo de Mãe | “O que vale é que para a semana...

Desabafo de Mãe | “O que vale é que para a semana começam as aulas…”

3216
2
COMPARTILHE

Estava eu no supermercado preocupado com os meus iogurtes, quando ouço um catatum tum tum…  Era um desfile de iogurtes pelo corredor fora,  com a criança feliz e contente por assistir aos princípios básicos de aceleração e desaceleração…

Sua mãe foi obrigada a travar a conversa que mantinha com a amiga, desabafando enquanto corria atrás do seu “estilista” as seguintes palavras: “Nunca mais começam as aulas!!!  É que nunca mais começam as aulas!!!”

Não contive o riso pelo caricato da situação, mas rapidamente me atingiu que para a semana sou eu e muitos como eu que vamos ter de lidar com o “desfile de iogurtes” mas multiplicado por 20 ou por 30…

O riso rapidamente se transformou em suspiro… Prolongado suspiro…

Compreendo que os filhos não são todos iguais, que mesmo pais competentes possam ter dificuldades em lidar com crianças e jovens agitados… todos nós devemos conhecer casos similares e até ter passado por situações semelhantes.

O problema é quanto certos pais -que mais valia não serem pais-, têm a presunção de exigir que os professores resolvam aquilo que não são capazes de fazer no seu quotidiano. São estes os pais mais difíceis e que não reconhecem as falhas do seu papel, como dizer um simples NÃO a tempo e horas e privar/recompensar quando se justifica, bem como estabelecer limites mantendo-os independentemente das circunstâncias.

Não é fácil ser encarregado de educação, mas também não é fácil ser professor. A compreensão mútua é um princípio fundamental para a boa relação que deve existir entre os dois principais faróis na vida destas crianças e jovens.

O ano vai começar… Façamos o nosso trabalho articulando sempre que se justifique, com uma postura proativa e responsável.

Alexandre Henriques

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá, Alexandre,
    É o que mais oiço nestes dias em todo o lado.

    E lembrar-me eu que o começo das aulas dos meus filhos é que era muito mau. Porque é que estou sempre no carreiro errado?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here