Início Rubricas Comentário da Semana | O Futuro do Ensino

Comentário da Semana | O Futuro do Ensino

1106
0

“Esperavam o quê? Anos e anos a apregoar que são preguiçosos, incompetentes e só servem para atrapalhar as estatísticas do sucesso e das boas políticas… para além das maçadas causadas aos que idealizaram licenciaturas, mestrados e doutoramentos aos domingos e feriados.
Classe socialmente pouco dignificada por governantes e opinion-makers, a trabalhar em condições, muitas vezes, dificílimas, sem proteção de espécie nenhuma, etc, etc…
Quem escolherá um futuro assim?”
  Graça Bastos

“Isto era previsível. E se fizéssemos o TPC como deve ser, nesta área como em todas, bastaria estarmos atentos ao que vai sucedendo noutros países (Inglaterra, por exemplo, Finlândia, noutros aspetos) para acautelarmos a situação. Ah, e aprender com o desporto, onde numa equipa mesclam jogadores novos com mais experientes. Mas como outros valores maiores se levantam, por cá, é o que vai vendo… E o que ainda se verá!…”
Jose Alfredo Ramirao Costa

 “Estou ansiosa pela reforma !!! Nunca pensei chegar a esta idade e pedir a reforma , mas estão tão mas tão farta do sistema e da desvalorização da classe docente que só quero ir embora !!!! Falta de pessoal não docente , turmas grandes, pais que não são educados e que não sabem educar , que valorizam bens materiais em detrimento do carinho e tempo para os filhos …. Plataformas , burocracias , reuniões que não servem para nada a não ser dar mais e mais e mais trabalho aos professores… e já agora, se me obrigarem a trabalhar até aos 65 anos , através de penalizações , garanto que vou para a escola até morrer nem que seja de maca !!!!!!! Hão -de aguentar-me quer queiram quer não !!!!! BASTA !!!!”
Luisa Soares Queirós

 “Os professores tiraram um curso para ensinar. Ninguém os preparou para lidar com a indisciplina. Se temos de pensar em mil estratégias para contornar a realidade da sala de aula, em pleno século XXI, é preciso também perceber que há estratégias a funcionar muito bem, e outras nem tanto… Daí o mérito de quem sobrevive à selva em que se transformou, sobretudo, a Escola Pública. Depois, há que pensar na idade dos docentes: um corpo envelhecido a quem é pedido muito mais do que aquilo que se lhe dá!”    Patrícia Marques

Comentários retirados da página do Facebook do ComRegras


COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here