Início Rubricas Comentário da Semana | Haja coragem!

Comentário da Semana | Haja coragem!

354
0
COMPARTILHE

Que Se Assuma De Uma Vez Por Todas O Fim Das Reprovações

“As escolas precisam de mais profissionais em todas as áreas, para construir a escola que dê resposta a todos os alunos. Eu concordo com a escolarização obrigatória até ao 12 ano, mas há que mudar a política educativa e investir na escola. Valorizar a carreira docente e não cortar os recursos! Profissionais cansados, ESGOTADOS a trabalharem por 3, não conseguem construir a escola, para todos. A colaboração, também tem de ser trabalhada. O trabalho colaborativo é saudável e descentralizar a sobrecarga. A enorme burocracia de papéis e reuniões desgasta qualquer um!!!”  Teresa Figueiredo

“Às vezes não entendo nada. Isto parece uma guerra entre pais e professores. Será que ainda ninguém reparou que os pais não mandam nada na escola e que os professores pouco mandam também? Quem manda e desmanda no Ensino em Portugal é o Ministério da Educação. Professores parem de atacar os pais, pois existem bons pais que sabem educar os seus filhos, não são todos, mas são muitos. E pais parem de atacar os professores, temos professores muito bons em Portugal, não são todos, mas são muitos. Eu como encarregada de educação prefiro que a minha educanda repita um ano do que passe para o próximo sem estar preparada para isso. Mas isto é só a minha opinião e o ministério não quer saber da minha opinião para nada.”  Rosa Oliveira

 

“Que se assuma, igualmente, o desejo de massacrar física e psicologicamente, a tal ponto que se abandone uma carreira com uma pensão de miséria após tanto termos dado de nós. Que se assuma, embora sob roupagem partidária diferente, que o ódio que nos têm é o mesmo. Mas neste mundo de incompetência intelectual, inconsciência moral e caciquismo por parte de quem nos desgovernado, tudo se espera.”   Inês Santos

CNE Alerta Para Uma Previsível Rutura Do Sistema Por Falta De Professores

Se faltarem professores não vai ser difícil perceber a razão. Basta pensar no desrespeito pelo nosso trabalho e por nós, enquanto profissionais. Basta pensar nas constantes “inovações” e modas com as quais temos que conviver ano após ano. Basta pensar no congelamento das carreiras e nos problemas para “descongelar”. Basta pensar que professores com 42 anos de serviço e 62 de idade, por exemplo, perdem cerca de 20% de ordenado, em penalizações, se quiserem reformar se “mais cedo”. E vou parar por aqui para não ficar deprimida…”  Celina Almeida

O mesmo CNE que aconselha acabar com o 2º ciclo, por causa dos chumbos, em vez de propor outras medidas mais imediatas, como a redução dos alunos por turma (principalmente nesses anos mais problemáticos e em turmas como os CEF) ou o par pedagógico, em disciplinas de formação geral… Mas, assim, já não daria para “bater” nos professores, que têm as costas largas e aguentam (sempre) com a culpa toda!”      Judite Lopes

Câmara de Almeirim Vai Castigar Clubes Pelo Mau Comportamento Dos Pais


Se fosse só no futebol… ainda a semana passada ouvi barbaridades de uma mãe no basquet. Mãe de uma miúda de 12 anos a insultar outras miúdas da mesma idade… Por vezes questiono-me sobre os motivos que me levaram a inscrever as minhas filhas num desporto… questiono-me o que me faz levantar de madrugada todos os fins de semana, para passar os dias em pavilhões a ouvir impropérios… questiono-me como será o ambiente familiar destas pessoas, quando se comportam assim em publico, questiono-me quando ouço indicações dos pais para magoarem as adversárias. Mas depois, as minhas miúdas (minhas e dos outros) ensinam-me que, antes de qualquer vitória a qualquer custo, está o carácter e a dignidade. Pena que alguns pais não aprendam com os próprios filhos.”  Liliana Veloso Gorjao

Vamos Lá Falar Verdade Sobre As Notas Inflacionadas


Estamos novamente na fase da manipulação da opinião pública? As notas são inflacionadas no acesso ao ensino superior? A solução é simples, entregue-se a selecção a quem a deve fazer, às universidades. Como é que se compara notas de exame com notas de uma avaliação interna? Quantos critérios são comuns entre estas duas avaliações? Além de que com a flexibilização o assunto fica resolvido, ou não?”     Cassilda Coimbra

 

Comentários retirados da página do Facebook do ComRegras

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here