Início Rubricas Comentário da Semana | Democracia congelada

Comentário da Semana | Democracia congelada

296
0
COMPARTILHE

Ministro da Educação Diz Que Prioridade São As Contas Do Estado

Se o ME afirma que “as prioridades (do seu ministério) são as contas do estado, então tem mentido quando afirma que “o ME tem estado de boa-fé nas negociações”.
São duas posições incompatíveis pelo que, definitivamente, se expõe como verdadeiro fantoche. Se dúvidas houvessem, esvaíram-se.
Candidato a um dos piores ME que já tivemos.”  Guilherme J S Martins


Tem, então, de explicar as contas do orçamento de estado: 10 000 000 000 – A 1 de Janeiro de 2019 entra em vigor um novo Orçamento de Estado perdulário, esbanjador e aliado da corrupção, com dez mil milhões de despesas extraordinárias. O OE prevê 1700 milhões de euros para “tapar buracos” na Banca, provocados pela corrupção. Ainda quatro mil milhões para participações em empresas (?!) não explicados (corrupção). E mais 1200 milhões para a Parpública (mais participações). Só em despesas extraordinárias desbarata-se mais de 10% do Orçamento de Estado. A que se somam mais 1500 milhões para as ruinosas parcerias público-privadas rodoviárias (que deveriam ser apenas 340!, mais corrupção).
Nos últimos anos, o Orçamento transformou-se no principal instrumento de corrupção de Estado.”   Jorge Castro


ILC Foi Convocada E Desconvocada

O medo desta gente é incrível….limpeza geral nas próximas eleições…” Raul Rasga


CNAPEF E SPEF Alertam – A Generalização Da EF No 1º Ciclo Não Está A Acontecer

Sabe-se que existem períodos críticos de aquisição de competências a nível motor e uma associação entre a prática de atividade física e as aquisições a nível cognitivo. Já para não falar das questões relacionadas com o bem estar psicossomático. Continuamos a comprometer gerações, mantendo as crianças sentadas demasiado tempo. Nunca mais se procedem a mudanças que realmente venham a dar frutos no futuro! Depois temos o que vê nos níveis de escolaridade seguintes e não percebemos porquê.”                      Karim Shamsherally


Professores E Enfermeiros – A Mesma Luta

União? Nem dentro da nossa classe conseguimos estar unidos. Cada um só olha para o seu umbigo. Somos uns patetas que aqui andamos. Temos em qualidade e em quantidade um poder enorme. Mas esse poder dissipa-se com muita facilidade pela quantidade de pequenos interesses deste ou daquele grupo dentro da nossa classe profissional. Caso fossemos unidos fazíamos tremer qualquer governo. Assim somos gozados por aquela malta toda. Quando se olha para os nossos (salvo seja) líderes sindicais alguém nos pode levar a sério?”  Vitor Agostinho

 

 

 

Comentários retirados da página do Facebook do ComRegras

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here