Início Escola Bullying, procedimentos reais para situações reais

Bullying, procedimentos reais para situações reais

296
0
COMPARTILHE

BullyingExiste uma série de documentação sobre a temática do bullying que podem encontrar aqui  na biblioteca do “comregras”. Quero falar-vos de coisas práticas, procedimentos reais e exequíveis, partilhando convosco o meu modus operandis, enquanto membro de um gabinete disciplinar.

Ser capaz de confiar – este é o meu primeiro objetivo, que o aluno se sinta suficientemente à vontade para confiar e partilhar comigo o que se está a passar. Dizer-lhe que tudo o que ele disser é sigiloso, que não é o único que passa por este tipo de situações. Em último caso contar situações concretas (sem nomes, claro) em que um aluno tenha conseguido ultrapassar essa fase. Esta abordagem costuma ser o suficiente para o aluno começar a falar.

Sentir-se protegido – é fundamental! É importantíssimo que o aluno sinta que não está sozinho e que passará a estar debaixo da nossa “asa”. É pedido ao aluno para evitar zonas onde costuma haver problemas até conseguirmos falar com os bullies. Ele também fica a saber que os prevaricadores serão chamados ao gabinete, na presença dos respetivos encarregados de educação e que lhes será transmitido que a partir daquele momento, se mantiverem a mesma conduta, sofrerão pesadas sanções disciplinares. Além disso, transmito que a vítima tem ordens expressas para contar tudo o que lhe fizerem, de modo a diminuir o risco de pressões posteriores.

Os pais – qual é a sua relação com os pais? Há muitos alunos que não querem que os pais saibam. Para esses é preciso ajudá-los a dar esse passo e estar presente se for preciso para que ele se sinta mais confortável a contar-lhes.

S.P.O. / D.T. – cada caso é um caso e consoante a nossa análise podemos propor o acompanhamento do aluno pelos serviços de psicologia e orientação. Mesmo que o aluno não queira ser acompanhado é comunicado ao S.P.O. e ao diretor de turma, para alertar os membros do conselho de turma sobre o que se está a passar.

Como lidar com o bullying? – o que é? Qual o objetivo de um bullie? Como agir perante as situações? Abordar a postura perante os outros, a sua auto-confiança, a linguagem corporal,etc.

Apoio constante – forneço o email do gabinete disciplinar onde o aluno pode denunciar situações que lhe acontecem ou simplesmente desabafar a qualquer momento.

Certamente haverá formas diferentes de abordar esta problemática. Posso dizer-vos que os resultados têm sido positivos e que após a conversa com os bullies as situações ficam geralmente resolvidas.

Num próximo artigo irei abordar a questão do falso bullying.

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here