Início Rubricas As mordomias dos deputados chegam para pagar as obras do IP3

As mordomias dos deputados chegam para pagar as obras do IP3

3507
3
COMPARTILHE

Com tanto contabilista e um Ministério inteiro para tratar das Finanças Públicas, teve de ser o “nosso” Sr. Prof. Zé, a mostrar a António Costa e Mário Centeno que não é preciso sacrificar os professores para pagar as obras do IP3… De leitura e partilha obrigatória!


As obras no IP3 vão ser pagas pelo orçamento da Assembleia da República?

Diz o primeiro-ministro Costa, com a costumeira desarticulação frásica, que “Ao fazer obra no IP3, estamos a decidir não fazer evoluções nas carreiras ou vencimentos” e que a requalificação do IP3 vai custar 134 milhões de euros.

(https://www.dn.pt/pais/interior/ao-fazer-obra-no-ip3-estamos-a-decidir-nao-fazer-evolucoes-nas-carreiras-ou-vencimentos-9539377.html)

Diz ainda o Costa que não há dinheiro.

O que está errado!

Dinheiro há muito, pois os portugueses pagam muitos impostos, o que acontece é que o dinheiro é mal gasto.

Analisemos as despesas da Assembleia da República:

(https://dre.pt/application/file/a/108332035)

Estas despesas não são mais do que regalias e mordomias totalmente desnecessárias, que não são sequer controladas ou fiscalizadas.

O ordenado de um deputado chega bem para desempenhar as suas funções.

Eliminando estas despesas pouparíamos:

(é só fazer as contas)

137 milhões de euros em 12 anos!

Para fazer as obras na IP3 não é necessário cortar nos vencimentos nem congelar carreiras, basta que, durante 12 anos, sejam eliminadas algumas das despesas com regalias e mordomias da Assembleia da República, o valor desta poupança será de 137 milhões de euros.

O que prefere António Costa? Manter as regalias e mordomias dos políticos ou salvar vidas dos utentes do IP3?

Sr.Prof.Zé

Nota:

Como é que nenhum dos muitos assessores (boys e girls) dos gabinetes ministeriais descobriu isto?

Será que foram escolhidos por cunha e não por competência) Se calhar nem são avaliados…

Em todo o caso, se necessitarem dos meus serviços para descobrir outras formas de poupança é só contactar, existem muitas outras possibilidades.


Autor: Paulo Serra

COMPARTILHE

3 COMENTÁRIOS

  1. Penso que, enquanto alguns dos nossos governantes, estiverem mais focados nas suas agendas mediáticas, em vez de estudarem e avaliarem a nossa situação (e a de outros), é natural que continuem a tomar decisões erradas.

  2. Muito Bom!
    Reencaminhar, afixar, divulgar! – Já!
    Basta que gente de barriga bem cheia, garantida por clientelas partidárias que se apoderam da administração pública venha, reiteradamente e em conluio, achincalhar e criar ódio contra quem trabalha honestamente e é colocado por concurso público – mentindo, subvertendo e manipulando a opinião pública! – BASTA!

    • Concordo plenamente! Aqui é que está o cerne da questão. Não somos nós que temos de abdicar de 9a4m2d de tempo de serviço a que temos direito, nem trocar a qualquer custo por tempo de reforma. São estes senhores oportunistas, sem consciência e responsabilidade que devem abdicar de todas estas mordomias e regalias que recebem além do vencimento e que, ao fim do ano somam milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here