Início Notícias A Palhaçada Continua

A Palhaçada Continua

558
0
COMPARTILHE

Como eu já ando a dizer há algum tempo, este gente só com tribunal em cima…


Cerca de duas horas de reunião deixaram o governo e os sindicatos de professores exatamente no mesmo ponto no que respeita à discussão da progressão nas carreiras com base na devolução do tempo de serviço o congelado. A tutela voltou a propor os dois anos, nove meses e 18 dias que já tinha aprovado e os sindicatos rei tiraram que não abrem mão dos nove anos, quatro meses e dois dias exigidos.

À saída, Mário Nogueira definiu a ronda negocial como “a reunião mais estranha que se possa imaginar”, acusando a tutela de pretender apenas “cumprir calendário”. Porém, deixou a garantia: os docentes “não vão desistir” e levarão a melhor. “É uma questão de tempo: os professores vão ganhar”, assegurou, prometendo para breve o anúncio de medidas de luta a desenvolver em 2019.

Pelo governo, a secretária de Estado adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, acusou os sindicatos de manterem “a intransigência” negocial, defendendo que todos os esforços de aproximação nesta matéria partiram do Executivo.

Para esta quinta-feira, a Fenprof agendou uma marcha até à presidência do Conselho ergo de ministros, em Lisboa. Isto apesar de, devido à possibilidade de os professores poderem pedir negociação suplementar no prazo de cinco dias úteis, já não estar prevista a discussão em Conselho de Ministros da versão final do diploma que reflete a oferta do governo.

Fonte: DN

COMPARTILHE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here