Início Notícias A internet das escolas é uma porcaria

A internet das escolas é uma porcaria

1506
3
COMPARTILHE

Finalmente fez capa de jornal, parabéns ao JN por expor aquilo que o ComRegras já tinha denunciado a 7 de dezembro do ano passado.

Fala-se muito em flexibilização mas fala-se pouco nas condições para a implementar. Como qualquer reforma que se preze por parte do Ministério da Educação, esta começa sempre pelo telhado, só que sem alicerces de qualidade é difícil implementar o que quer que seja. Falo da internet, falo do frio/calor das salas de aula, falo da chuva que entra nas salas, falo dos computadores que estão avariados ou obsoletos, falo dos quadros interativos avariados, etc, etc, etc…

A internet em pacote e que é fornecida pelo ME, seguramente que fica mais barata. O problema é que ela não aguenta a pedalada de tanto aluno e tanto telemóvel. Se o discurso da autonomia é para levar a sério, permitam às escolas fazer os seus próprios contratos com as operadoras tradicionais.

Até lá, vamos continuar com quebras constantes, velocidades de tartaruga e a adaptar aulas que deviam ser do século XXI…

Lembro a sondagem realizada pelo ComRegras sobre esta matéria.

Se o Ministro da Educação valoriza as tecnologias, então resolva o problema da internet nas escolas

COMPARTILHE

3 COMENTÁRIOS

  1. …já para não falar de cursos de informática só de papel, sem software, ou, simplesmente, salas fechadas! Isto tudo ao mesmo tempo! assim se vêm, de vez em quando, professores a sair pela janela de leggins e capa vermelha ao vento!

  2. É só impressão .Os computadores são tão “bons ” que até funcionam com o rato”Morto”. Frio nas salas de aula ……nem pensar está um calor que nem se pode …..Mas também por que é que preciso de computador se eu nem tenho tempo de escrever um simples sumário na aula ,dou uma aula de desenho para 28 alunos em que nem respiro de um lado para o outro a apoiar cada um ,porque de autonomia eles só tem mesmo para o telemóvel. Cada vez me vejo mais aflita para cumprir os programas .Alunos cada vez mais desinteressados do mundo real

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here